Uma Vida com Magia

Sim, claro que sim!

Começando pela etimologia da palavra Magia esta provém da Língua Persa, magus ou magi, que significa Sábio.

Por isso a Magia é a nossa faculdade de observar e descodificar a relação com o mundo e com as pessoas, observar a proposta da qualidade energética que esta relação nos proporciona ou desafia e descodificar o significado que cada pessoa e cada circunstância que atraímos na nossa vida acrescenta para o nosso auto conhecimento e para a expansão da nossa consciência.

Magia é entender e perceber que cada acontecimento, ato, experiencia, sentimento que é despertado e a sua respetiva sensação no nosso corpo, fazem parte de um cenário mágico porque atraído e cozinhado por nós com o objetivo de trazer à luz e ao nível do conhecimento e da experiencia a revelação de algo que temos para incluir, ver, reconhecer, iluminar e integrar dentro de nós.

O nosso inconsciente funciona muitas vezes de “forma indireta”. É muito difícil confrontarmo-nos com a energia que deu origem a um trauma, má experiencia, sensação desagradável, algo que dói e que a nossa personalidade conseguiu ao longo dos tempos criar condições de reprimir, esquecer ou esconder. Como o ilusionista que aos nossos olhos faz desaparecer um objeto que racionalmente sabemos que continua lá. Temos muito mais tendência para explorar a realidade exterior do que a interior, no entanto as causas dos nossos sofrimentos estão sempre na nossa realidade interior e na forma como nos apegamos, vemos, interpretamos, e descodificamos a realidade. Condicionados pelo medo de voltar a sofrer, tentamos fugir das experiencias e das coisas que nos fazem lembrar esses mesmos medos. Ao tentar fugir dessas experiências acabamos por atrai-la com mais força porque o que está na base da motivação e da origem da vida é a memória dessa experiencia de medo.

A forma “mágica” que temos de resolver e evoluir é co-criar atraindo pessoas e circunstancias que nos proporcionem viver de novo a qualidade energética que foi reprimida pelo nosso inconsciente para que possamos passar para um novo nível de experiencia de libertação do apego, medo, aversão e rejeição que estavam presos e cristalizados em nós.

Somos seres espirituais com uma curta experiencia humana, por isso, o momento e o contexto socio cultural em que nascemos, bem como a família de origem que escolhemos, está intimamente ligada ao desafio e propósito de realização que temos para materializar e tornar consciente nesta vida em particular e na consequência/ influencia que essa aprendizagem e tomada de consciência vai representar na evolução da nossa Alma como seres espirituais que somos para lá desta Vida, deste contexto ou deste lugar.

Magia é reconhecer o carater sagrado de todas as experienciais que atraímos para a nossa Vida. É reconhecer que somos deuses encarnados que fazemos magia sempre que respiramos. É reconhecer que o cenário em que vivemos (a Terra) é mágico e perfeito para cada um de nós, momento a momento. É reconhecer a força maior que habita em nós e que nos determina o pulsar da Vida e da existência.

Magia é olhar para uma semente e ver nascer uma árvore. Magia é uma pequena célula fecundada dar origem a um ser humano perfeito. Magia é ver nascer um ser de dentro de outro ser. Magia é a descoberta dos cheiros e do paladar. Magia é observar a química entre pessoas. Magia é o fenómeno de enamoramento e paixão. Magia é a Vida!

Viver abraçados à Magia da Vida é cumprir com o nosso propósito de realização.

Bem haja e grata à Vida!

Maria Gorjão Henriques